04/11/10

.


Isto não tem jeito. É uma dor insuportável, uma dor que sufoca o meu peito, faz arder o meu coração, e quer eu queira quer não, faz transbordar pequenas lágrimas. É um peso enorme na minha cabeça, que também doí tanto e só me apetece deitar na cama e acordar no dia seguinte.
O amanhã parece ter asas, e quer chegar rápido.


p.s. Obrigada D. , sabes que é importante.

Sem comentários: